17 de outubro de 1989

A Prefeitura cria a comissão de averiguação para apurar acusação de corrupção. Durante debate entre os candidatos a presidente da República, transmitido em rede de televisão, na véspera, o concorrente do PSD, Ronaldo Caiado, disse que a Prefeitura exigiu propina para aprovar projeto da Lubeca – Empreendimentos Imobiliários. O dinheiro, segundo Caiado, ia para a campanha do candidato do PT a presidente da República. O caso Lubeca, como fica conhecido, obtém grande repercussão. As insinuações de Caiado recaem sobre o vice-prefeito, Luiz Greenhalgh, que acaba deixando o cargo de secretário de Negócios Extraordinários.

O caso Lubeca é investigado pelas Polícias Federal e Civil, Câmara Municipal e Prefeitura. Os acontecimentos são acompanhados por promotores do Ministério Público e auditores do Tribunal de Contas do Município. A conclusão dos trabalhos é a mesma, nos diferentes inquéritos. A acusação é considerada improcedente. Não houve irregularidade nos entendimentos mantidos entre a Prefeitura e a Lubeca. A empresa iria implantar dois parques, uma creche e doaria 5000 árvores, em troca de autorização para executar empreendimento imobiliário. No final do processo, o denunciado é o próprio candidato do PSD. Por Calúnia. Caiado infringiu o Código Eleitoral, ao fazer acusação falsa.

Advertisements

About Agenda da Prefeita

Através deste blog, você irá relembrar o mandato da primeira mulher a ser prefeita de São Paulo e sua administração democrática.
This entry was posted in Corrupção and tagged , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s